Tour Pela Minha Penteadeira

Eu já nem lembro há quanto tempo estava devendo esse vídeo de Tour Pela Minha Penteadeira, para vocês… Mas, sei que faz tempo, haha!

Finalmente gravei e hoje venho mostrar para vocês um pouquinho do meu cantinho de maquiagem e trabalho. Já adianto que é tudo bem simples, mas eu adoro e arrumei cada cantinho com muito carinho.

Não sei por quanto tempo esse cantinho vai continuar igual, já que devido à gravidez vou precisar mudar de quarto, então estava analizando a possibilidade de fazer uma penteadeira de verdade, aquelas já com espelho e várias gavetas para guardar tudo. Assim que me decidir volto e conto tudo para vocês.

Enquanto as mudanças não acontecem confiram como está meu cantinho hoje.

 

 

E aí, gostaram amores??

 

 

Vocês não imaginam o quanto eu estava ansiosa para finalmente escrever esse post e contar para vocês (minha leitoras e amigas), que estou grávida. Desde quando descobri minha gravidez (lá no dia 06 de junho), minha vontade era de correr para o facebook, instagram, blog e dividir esse momento especial com todas vocês. Mas, porque resolvi esperar tanto tempo para contar?

Quem me acompanha há mais tempo, seja aqui pelo blog ou nas redes sociais, talvez lembre que em Maio do ano passado eu fiquei grávida e depois de mais de um mês sofrendo com sangramento e afins, perdi o bebê da pior maneira que imaginei que poderia acontecer comigo. Sofri muito e confesso que não foi fácil aceitar a perda, mas como o tempo cura tudo, ele ajudou a amenizar minha dor.

Quando descobri que estava grávida novamente, primeiramente eu fiquei muito feliz e corri para contar para o Léo, mas logo em seguida lembrei do ano passado e fiquei com medo até fazer o primeiro ultrassom, ver meu bebezinho e o médico me dizer que estava indo tudo bem. Mesmo assim decidi que só contaria sobre a gravidez após o primeiro trimestre (os 3 primeiros meses) e o temido ultrassom morfológico, aquele que detecta possíveis problemas genéticos no bebê. Sei que muitas de vocês podem achar que isso é besteira e exagero, mas meu único desejo era de proteger meu bebê e manter esse momento o mais tranquilo e pessoal possível.

Graças a Deus, os três primeiros e temidos meses passaram, fiz o ultrassom morfológico e os resultados foram maravilhosos e hoje estou muito mais tranquila. Vocês não imaginam a felicidade que senti quando o médico disse que está tudo bem com a gestação e que vi meu bebezinho na tela se mexendo sem parar.

Gostaria do fundo do meu coração de me desculpar com vocês por não ter contado antes e até por ter “ignorado” algumas pessoas que vieram me perguntar quando viram algumas postagens suspeitas. Sempre respondo todos os comentários no face e instagram, mas quando se tratava sobre gravidez eu preferia não responder, não queria mentir. Vocês conseguem me entender? Entender esse sentimento de proteção? Espero que sim!

Passado essa parte de “explicação”, agora quero dividir com vocês um pouquinho de como foi meu primeiro trimestre de gestação, os enjoos, alimentação, peso, etc….

[:S] Enjoos…

Quando penso em todos os sintomas da gravidez, além da ausência da menstruação é claro, esse foi o sintoma que eu mais senti e ainda sinto. No inicio foi bem tranquilo, mas lá pelo segundo mês eu senti muito enjoo e cansaço, a única parte positiva disso foi que meus enjoos não me levaram até o banheiro. Sinto apenas um mal estar gigantesco e muitas náuseas.

Para amenizar eu procurei me alimentar de forma saudável (até pq só de pensar em comida mais gordurosa eu já me sentia mal), e inclui na minha alimentação alimentos que segundo especialistas diminuem a sensação de mau estar, como o limão e o gengibre.

Hoje eu ainda sinto enjoos, mas eles estão diminuindo e são em dias alternados.

[com] Alimentação e Peso…

Logo que descobri que estava grávida, a alimentação foi uma das minhas principais preocupações, principalmente porque quero passar muitos nutrientes e vitaminas para o meu bebê e depois para controlar o peso ganho durante a gestação e voltar mais rápido ao meu antigo peso.

Para a minha sorte eu sentia enjoo só de pensar em comida muito gordurosa, como pizza, lasanhas, lanches, etc…  E foi muito mais fácil seguir uma alimentação saudável, inclui muita salada e alimentos integrais, fibra também é muito importante. Também comecei a tomar suco verde, li que grávida também pode e ajuda a diminuir o inchaço (em outro post falamos mais sobre isso).

Na minha primeira consulta pré-natal que foi em 16 de junho eu estava com um peso e mantenho o mesmo até hoje, não engordei nenhuma grama sequer. Muito pelo contrário, no incio da gravidez eu perdi dois quilos e não recuperei eles até o dia de hoje. Eu e o meu médico traçamos uma meta de ganhar no máximooo 10 kg até o final da gestação e vou fazer de tudo para não ultrapassar isso. Claro que não deixando de comer e me alimentando de maneira saudável, sei que meu bebê depende de mim para se desenvolver com saúde.

 

Meninas, tenho muitas coisas para falar com vocês sobre minha gravidez, muitas coisas que quero compartilhar e dividir experiência com quem está passando pelo mesmo momento, vai passar ou até já passou. Só que é impossível colocar tudo num mesmo post, já imaginaram como ele ficaria imenso? Já está né, haha!

Por isso achei que seria bacana manter a frequência de um post semanal sobre o assunto, tipo um diário, sabe? Contar para vocês como está sendo semana a semana, os ultrassons, ganho de peso, alimentação, cuidados com o corpo, essas coisas… Ainda não sei o dia, mas logo conto para vocês.

Ah! Hoje estou com 13 semanas e 5 dias, o que equivale ao 4 mês de gestação. Fiz ultra na última quarta-feira e ainda não foi possível saber o sexo do bebê, segundo o médico apenas à partir da 16 semana. Vou aguardar ansiosa até lá, já que não pretendo fazer o exame de sexagem fetal que aqui em Floripa, custa nada menos que R$ 796,00. Confesso que achei o valor um absurdo!

É isso amores, obrigada pela compreensão e toda semana vou compartilhando com vocês como está sendo essa “aventura”…

 

 

Beijos! Ale – 13 semanas. exercicios para emagrecer