O MELHOR DE MIM

filme-o-melhor-de-mim-nicholas-sparks-blog-ale-bittencourt

Sou completamente apaixonada por todos os filmes baseados nas obras de Nicholas Sparks, todos são lindos e mexem muito comigo. Não tem um só filme baseado nas obras do escritor, que eu não tenha derramado várias lágrimas – tantos nos finais felizes, quanto nos tristes.

Acredito que – quase – todo mundo deva ter um filme preferido, aquele que nos toca na alma e que parece que a história foi escrita pensando na gente, sabem como é? Confesso que depois que assisti O Melhor de Mim, não sei mais dizer qual o meu filme preferido, esse filme é tão lindo que está dividindo o primeiro lugar juntamente com Diário de Uma Paixão – também inspirado na obra de Nicholas.

filme-o-melhor-de-mim-nicholas-sparks-blog-ale-bittencourt filme-o-melhor-de-mim-nicholas-sparks-blog-ale-bittencourt filme-o-melhor-de-mim-nicholas-sparks-blog-ale-bittencourt

O Melhor de Mim, conta a história de dois jovens que se apaixonam loucamente, mas são separados devido uma tragédia. Após 20 anos eles se reencontram e aquele sentimento que até então estava adormecido, acorda mais forte do que nunca. Só que as coisas mudaram, ambos tomaram rumos diferentes em suas vidas e chega a hora de avaliar o que é mais importante – será que depois de tanto tempo ainda existe alguma chance para ficarem juntos?

Gente, o filme é lindo e emocionante, perfeito para quem gosta de filmes de drama e romance – já adianto que vai ser dificil não se emocionar.

SINOPSE:

Adolescentes, Amanda (Liana Liberato) e Dawson (Luke Bracey) se apaixonam. O pai da garota não aprova o relacionamento e, com o passar do tempo, os jovens acabam se afastando e tomando rumos diferentes. Duas décadas mais tarde um funeral faz com que os dois (Michelle Monaghan e James Marsden) voltem à cidade natal e se reencontrem. É o momento de ver se os sentimentos persistem e avaliar as decisões que tomaram na vida.

 

 

Vocês gostam de filmes nesse estilo?

 

 

 




 

5 MOTIVOS PARA ADERIR A FRANJINHA

MOTIVOS-PARA-ADERIR-A-FRANJA-BLOG-ALE-BITTENCOURT

É impressionante o quanto um “simples” corte de cabelo consegue mudar completamente nosso rosto. Eu sempre usei franjão, mas confesso que tinha uma quedinha por franjinha – igual a que estou usando agora – ficava babando nas franjinhas das celebridades como Kim Kardashian, Katy Perry, Emma Stone e por aí vai – algumas ainda usam franjinha e outras não!

Meu maior problema é que faltava coragem para passar a tesoura na franja, eu até tentei uma vez só que a cabeleireira na época não soube cortar e fiquei horrível, foram meses usando tic-tac, haha! Porém nos últimos meses depois de fazer uma “cagada”, na minha franja resolvi cortá-la e hoje percebo que foi a melhor escolha que fiz – me sinto muito mais bonita e tenho a impressão de que rejuvenesci alguns anos.

E o post de hoje é especialmente para as minhas leitoras que estão super afim de cortar a franjinha e aderir a tendência capilar do momento, só que está faltando aquele empurrãozinho.

MOTIVOS-PARA-ADERIR-A-FRANJA-BLOG-ALE-BITTENCOURT

5 MOTIVOS PARA ADERIR A FRANJINHA JÁ:

ARRUMADA SEMPRE:

A franja tem esse poder de parecer que estamos sempre arrumadas. Apesar de no meu caso eu precisar usar secador ou chapinha quase sempre, em poucos minutos ela já está no lugar e deixa o visual muito mais arrumado – a impressão é que passamos horas arrumando o cabelo.

DESTAQUE NOS OLHOS:

Outra coisa que notei depois de cortar a franja é que a maquiagem dos olhos ganha um destaque surpreendente, não sei explicar o motivo, mas mesmo se eu aplicar somente máscara para cílios o resultado fica incrível.

CHARME:

As franjinhas são super charmosas e na minha opinião um dos cortes mais fofos e femininos que existe, tanto que ela tem o poder de deixar a gente com cara de menina – mas, em alguns casos arremata aquela ar “mulherão”. Além disso considero o cabelo com franjinha mega romântico e vocês?

Sem falar que a franjinha tem o poder de realçar a beleza.

DISFARÇA:

Não é o meu caso, mas a franjinha é uma ótima opção para quem tem testa grande e é sem dúvidas o corte de cabelo mais indicado para disfarçar o problema – sem falar que você vai ficar muito mais bonita!

ESTÁ NA MODA:

Tá, eu sei que a gente não deve cortar o cabelo só porque “está na moda”- até porque não são todas as tendências que caem bem na gente, concordam? Mas, no caso das franjinhas elas ficam perfeitas na maioria das mulheres e a gente não precisa necessariamente usá-la retinha, jogadinha para o lado elas também ficam lindas.

 

Esses são apenas alguns motivos para aderir a franjinha, apesar de linda eu recomendo pensar bem antes de fazer qualquer tipo de corte no cabelo. Infelizmente em alguns casos rola aquele arrependimento e não tem outro jeito além de esperar crescer.

Também recomendo procurar um bom profissional para cortar sua franja, qualquer errinho pode fazer você ter que usar presilhas durante semanas. Fica a dica!

 

E aí, quem também curte franjinha?

 

 




 

BUBBLE / HUMP NAILS – HOT OR NOT?

BUBBLE-HUMP-NAILS-BLOG-ALE-BITTENCOURT

Amamos moda, tendências e as novidades que estão surgindo todos os dias – mas, vamos combinar, aparece cada coisa no universo feminino que chega a dar medo.

Faz algum tempo que não falo sobre unhas aqui no blog, apesar de ser um assunto que adoro e que estou sempre pesquisando. Hoje venho mostrar para vocês uma das tantas – digamos – tendências em Nails Arts, já ouviram falar na Bubble ou Hump Nails?

A Nails Art é feita em gel ou porcelana e a intenção é imitar uma “curva, bolha ou lombada” no centro das unhas, como se uma bolha tivesse estufado – estranho, né!?

Por ser tão esquisita a Nail Art, está criando a maior polêmica nas redes sociais e apesar dos adeptos, a maioria desaprova – já que o resultado não é nada bonito.

Vejam só:

BUBBLE-HUMP-NAILS-BLOG-ALE-BITTENCOURT

A sensação que tenho quando olho a Bubble Nails é que ela nada mais é do que a unha em porcelana/gel que não deu certo, aquelas que a gente faz com a prima da vizinha da tia que cobra mais barato, haha!

Não sei se vocês gostam da “tendência”, mas eu não gostei nem um pouco e confesso que achei horrorosa – me desculpem quem curte, mas gosto é gosto, né!

 

E aí, hot or not?

 

*Fotos: Divulgação.