minha-franja-cor-de-cabelo-atual-564-yellow-alfaparf-ale-bittencourt

Uma música que me define no momento? Com certeza essa: 

Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo…. (Raul Seixas). 

Nem eu estou acredito nessa minha vontade de mudar, de renovar… Sempre fui avessa à mudanças, só que 2016 começou diferente e tenho certeza que todas as minhas mudanças serão para melhor!

É engraçado, né? Mas, nós mulheres, sempre que queremos mudar algo em nova vida (principalmente quando terminamos um relacionamento), começamos com uma visita ao cabeleireiro. O cabelo diz muito sobre nós, faz parte da nossa personalidade e é algo que apenas nós, as mulheres, compreendemos.

Quem me acompanha há algum tempo, sabe que eu aderi a franjinha reta ano passado, amei usar franja, só que com o casamento chegando eu achei melhor deixar ela crescer – para não atrapalhar na hora de fazer o penteado. Depois chegou o verão e aquele calor insuportável, ter franja no verão só se você passar dia e noite no ar condicionado.

Finalmente, depois de alguns meses ela voltou, minha querida franjinha – como eu amo <3 Sabe quando a gente se sente confiante e bonita com um corte de cabelo? É assim que me sinto com a franjinha!

minha-franja-cor-de-cabelo-atual-564-yellow-alfaparf-ale-bittencourt

Além do corte, troquei a cor do meu cabelo e antes que vocês digam “nossa, denovo?”- deixa eu explicar rapidinho!

Na primeira decapagem em 19/03 (PARTE 1 e PARTE 2), aplicamos o 5.1 Castanho Claro Acinzentado – só que devido a descoloração, na minha primeira lavagem o cabelo desbotou no mínimo 50%. Mais ou menos 10 dias após, fiz a segunda descoloração – processo bem parecido com uma decapagem, mas trabalhamos apenas as mechas mais escuras – aplicamos dessa vez o 5.19 Castanho Claro Mate da Keune.

Dessa vez a coloração durou mais tempo, só que quando vi o cabelo lindo da Joyce Braga, não me contive. Decidi que queria ir para o vermelho e na última sexta-feira (15/04), aplicamos o 5.64 Castanho Claro Vermelho Acobreado da Yellow. A Joy, usou o 5.62 Castanho Claro Vermelho Irisado, que puxa mais para o violeta. A cor é linda, só que fiquei com medo de não me adaptar e por isso fui para um tom acobreado, que ficaria mais sútil.

Contei tudo no vídeo abaixo e também se vou ou não permanecer com essa cor.

 

Gostaram da minha franjinha? E da minha cor atual de cabelo? 

 

 

* Este produto ou serviço foi comprado pela autora do post




 

QUADROS ENCOSTADOS NA PAREDE

como-usar-quadros-encostados-na-parede-decoração-ale-bittencourt

Quadros são objetos essenciais na decoração de qualquer ambiente, agregam alegria, paz e sofisticação – além de lindos, são fáceis de incluir na decor. Versáteis, ficam bem em todos os cômodos da casa, do hall de entrada até o banheiro.

Só que muitas vezes deixamos lindos quadros de lado, por ter que pendurá-los – seja por preguiça ou por não poder furar a parede (caso de imóveis alugados). Porém, hoje eu trago uma notícia que vai animar muita gente, deixem o parafuso e a furadeira de lado, a tendência agora é usar Quadros Encostados na Parede – demais, né!

como-usar-quadros-encostados-na-parede-decoração-ale-bittencourt como-usar-quadros-encostados-na-parede-decoração-ale-bittencourt

Podem deixar a insegurança de lado de achar que um quadro apenas encostado na parede vai transmitir um “ar” de desleixo – o truque é incrível e super moderno.

Usar quadros encostados na parede, apoiado no chão ou sobre algum móvel como aparador, cômoda, sofá, cabeceira de cama, estantes ou prateleiras, arremata um ar cool e despojado para a decoração da sua casa, além de ser simples e muito prático.

como-usar-quadros-encostados-na-parede-decoração-ale-bittencourt como-usar-quadros-encostados-na-parede-decoração-ale-bittencourt

Usar vários quadros agrupados e de diferentes tamanhos garante muito charme, mas é preciso de um pouco de atenção na hora de montar sua “galeria”, os tamanhos e imagens precisam ser coerentes para não passar uma imagem de desorganização.

Adoro a tendência e inclui ela na decoração da minha sala, justamente pela praticidade e versatilidade em poder trocar o quadro de lugar quando eu quiser. Tenho um quadro sobre o meu sofá da sala de estar que fica encostado na parede, inicialmente achei estranho e demorei um pouco para me acostumar com a ideia, hoje eu adoro e não penso em passar trabalho furando a parede.

 

 

Vocês curtem Quadros Encostados ou preferem usá-los da maneira tradicional? 

 

 

* Fotos: Reprodução.