Oi amores, tudo tranquilo?

Vamos falar sobre Dieta Dukan novamente, hehe? Nesse post aqui eu contei para vocês que havia começado a fazer a famosa Dieta Dukan, aquela dieta da proteína que possui várias adeptas do famoso médico francês Pierre Dukan, autor do livro “Eu não consigo emagrecer”. Optei por essa dieta por indicação da minha cunhada que obteve ótimos resultados – logo em seguida comecei a pesquisar tudo sobre ela.

Como tenho recebido várias perguntas nas redes sociais (face e instagram @allebittencourt), resolvi fazer esse post para compartilhar com vocês como funciona a Fase Ataque, primeira e mais rigorosa fase da dieta.

A dieta é composta por 4 fases: Ataque, Cruzeiro, Consolidação e Estabilização. Seu cardápio é praticamente composto por proteína pura, principalmente nessa primeira fase, a de Ataque. O ponto forte da dieta e o motivo de conquistar tantos adeptos é que os alimentos permitidos podem ser consumidos à vontade (exceto a gema de ovo e farelo de aveia). Alimentos como carnes magras, peixes de todos os tipos e frango sem pele podem ser consumidos sem limitação, desde que preparados adequadamente.

Como se trata de uma dieta “longa” e com alguns detalhes bem importantes, resolvi fazer post separados explicando cada fase dela. Hoje vamos conversar sobre a Fase Ataque, como ela funciona e logo em seguida uma lista completa dos alimentos permitidos nessa fase da dieta.

Fase Ataque – Como Funciona a Primeira Fase da Dieta Dukan: 

A primeira fase da Dieta Dukan, chamada Ataque é a fase mais curta da dieta, mas que promete resultados muito satisfatórios. E também é essa primeira fase que vai preparar nosso organismo para a segunda e talvez mais longa fase, a Cruzeiro.

Essa primeira fase também é mais rigorosa e onde muita gente acaba desistindo, pois deve ser seguida à risca e a limitação de alimentos é bem grande. Nessa primeira fase a perca de peso para algumas pessoas é bem significativa e motiva muita gente a prosseguir com as demais fases.

Lembrando que se não for seguida à risca o resultado fica comprometido.

Quanto Tempo Dura a Fase Ataque?

Como mencionei anteriormente, essa primeira fase é de curta duração, que pode ir de 1 até 6 dias – salvo em casos mais rigorosos que pode chegar até 10 dias, mas nesse caso é indispensável consentimento médico.

No site Dieta Emagrece tem uma tabela de quanto deve durar a Fase Ataque – abaixo – alem disso é bacana ler o livro – pretendo comprar o meu nos próximos dias.

– Se você quer perder até 4,5kg: 1 a 2 dias de fase ataque.
– Se você quer perder até 9kg: 3 a 4 dias de fase ataque.
– Se você quer perder até 18kg: 5 a 6 dias de fase ataque.

Em casos sérios de obesidade, quando é preciso perder mais de 18kg, a fase de ataque pode durar de 7 a 10 dias. Mas atenção: Uma fase ataque de com mais de 6 dias só deve ser iniciada após consulta médica e somente na condição obrigatória que você beba muito líquido.

O site oficial da Dieta Dukan, disponibiliza uma ferramenta para fazer o cálculo personalizado de seu programa de emagrecimento – AQUI.

A maior dúvida em relação a Dieta Dukan – principalmente nessa primeira fase – é sobre o que pode ou não comer. Pesquisei em diversos sites antes de disponibilizar as informações abaixo para vocês e espero que ajude quem está iniciando a dieta. Lembrando que não estou induzindo ninguém a aderir a dieta, ok!  

O Que Posso Comer na Fase Ataque? 

Proteína, muita proteína, hehe! A base da dieta são os alimentos ricos em proteínas e esses podem ser consumidos à vontade, mas com algumas excessões, é preciso prestar muito a atenção no preparo desses alimentos e na quantidade de gordura e sódio que os mesmos apresentam.

Abaixo tem a lista completa de todos os alimentos permitidos, lembrando que só podemos ingerir os alimentos permitidos, nada além do que está na lista.

Carnes de Boi (magras): acém, músculo, carne moída com até 10% de gordura, alcatra, etc. Nas carnes, toda gordura visível deve ser eliminada. Com exceção do entrecosto e da costela;
Vitela grelhada;
Aves (sem pele e gordura): com exceção de aves como pato e ganso;
Míudos: fígado e rim – consumir, no máximo, uma vez por semana já que é rico em colesterol;
Peixes: todos sem exceção, dos magros até os mais gordurosos;
Frutos do mar: todos, mariscos e crustáceos;
Presunto (magro – sem capa de gordura): frios de baixo teor de gordura e sem pele – entre 2 e 3% de gordura;
Proteínas vegetais: tofu – 8% de gordura no máximo – , seitan e konjac;
Líquidos: água, chá, café, refrigerantes de até 1 caloria por lata – não mais que 3 latas por dia. É recomendado consumir, no mínimo, 1,5 litros de água por dia;
Adoçantes (máximo 10 colheres por dia) – São liberados sucralose, aspartame ou stevia, também os para forno e fogão (adoçante culináario). Já os de frutoses são proibidos!
Laticínios, devem ser magros, ricos em proteína e desprovidos de gordura – como: Iogurte 0%, leite desnatado (normal ou em pó), queijo cottage, queijo frescal 0% de gordura, requeijão 0% de gordura.. Laticínios com percentual de gordura superior a 7% são considerados tolerados (porção de 30 gramas). Em casos de estagnação do peso, reduzir o consumo.
Temperos e Condimentos: vinagre, especiarias, ervas, cebola (apenas como tempero), alho, conservas (apenas como condimento), limão (não como uma bebida), sal e mostarda (uso moderado, devido à retenção de água);
Chicletes e balas sem açúcar – no máximo, 5 por dia;
Proteína Isolada de Soja e Fibra de Soja;
Gelatina Zero – ½ Pacote por dia;
Goji Berry – 1 Colher de sopa por dia;
Suco em pó light – exemplo o Clight.

IMPORTANTE:

O ovo inteiro deve ser consumido com moderação, devido a alto teor de gordura da gema (colesterol), no máximo 3 ou 4 por semana. Já a clara pode ser consumidas à vontade, é proteína pura.

É obrigatório o consumo de Farelo de aveia, porém nessa primeira fase é permitido apenas 1 e 1/2 (uma colher e meia de sopa), por dia. Preferencialmente até o almoço. É muito importante lembrar que é permitido apenas o Farelo de Aveia e ele não pode ser substituído por nenhum outro tipo de aveia.

Farelo/Fibra de trigo (ambos são a mesma coisa): é recomendado o consumo de 1 colher de sopa por dia para pessoas com prisão de ventre. Seu consumo não é obrigatório.

Farinha de glúten: máximo 100g por dia e até três vezes por semana.

O sal deve ter o uso extremamente moderado, só use em casos que não puder evitar, procure usar sal light ou com menos sódio e iodo. Lembre-se que o sódio retém líquidos e prejudica o emagrecimento.

O óleo deve ser evitado, a menos que seja extremamente necessário e somente o óleo mineral sem ser levado ao fogo – como molho para saladas. Para evitar o uso de óleo use panelas antiaderentes ou faça suas receitas no forno ou microondas.

Não é permitido ingerir nenhum alimento que não esteja nessa lista.

Importante: Para intensificar os resultados da dieta é indicado realizar uma caminhada diária de 20 min. Se mora em apartamento uma dica bacana é trocar o elevador pelas escadas. Quanto mais se movimentar, melhor!

Eu ainda não li o livro “Eu não consigo emagrecer”, mas pretendo compra-lo ainda essa semana e recomendo a leitura para quem está pensando em aderir a dieta. No li tem várias informações importantes e algumas receitas bem legais.

 

Espero que esse post tenha esclarecido algumas dúvidas em relação a Dieta Dukan e principalmente sobre a Fase Ataque – primeira fase da dieta. E não esqueçam que antes de iniciar qualquer dieta é muito importante saber como está nossa saúde, consulte seu médico para saber qual o método mais indicado para você.

 

Beijosss…

 

ALMOÇO PRIMEIRO DIA

Oi amores, tudo bem? Hoje venho contar para vocês um pouquinho de como foram os dois primeiros dias de Dieta Dukan, a famosa dieta da proteína. Como já imaginei, o inicio de qualquer dieta é sempre a fase mais dificil, né? Onde a maioria acaba desistindo ou não seguindo tão à risca como deveria, eu mesma já comecei e desisti de várias dietas logo no primeiro dia, haha. Mas, dessa vez foi diferente e prometi para mim mesma que não vou desistir, que vou até o final.

Os dois primeiros dias foram um pouco difíceis, senti muita falta do carboidrato. Adoro pão e arroz, alimentos que são terminantemente proibidos na dieta. Sem falar na salada que só pode ser incluída à partir da segunda fase, a Cruzeiro.

ALMOÇO SEGUNDO DIA

Outra grande dificuldade que encontrei foi em relação as receitas,  restrição de alimentos é muito grande e por isso é bem complicado elaborar receitas, pesquisei bastante e encontrei algumas receitas que inclui apenas no segundo dia. Como a da bolacha de aveia e canela feita no microondas (em breve posto a receita). Sem falar que eu comprei o básico para começar a dieta, farelo de aveia, frango, queijo minas, iogurte zero, presunto magro, leite, adoçante, Clight e água com gás. Amanhã pretendo ir ao supermercado novamente e comprar os ingredientes que faltaram, vários são usados em receitas diferente para variar o cardápio, como a gelatina zero, leite em pó desnatado e alguns aromas.

Também pesquisei algumas receitas de microondas, nessa fase da minha vida praticidade é tudo, meu bebê exige muito do meu tempo e quanto mais rápida e simples for a receita, melhor!

CAFÉ DA TARDE SEGUNDO DIA

Li alguns relatos de pessoas que disseram se sentir mal na primeira fase da dieta, sintomas como dor de cabeça, enjôo, tonturas e fraqueza. Desses sintomas o único que senti foi um pouco de fraqueza apenas no primeiro dia, que também foi o dia que inventei de fazer faxina em casa, haha! No geral tenho me sentido muito bem e estou conseguindo seguir a dieta numa boa, não sinto falta de doces e frituras. Apenas sinto vontade de comer uma fatia de pão, bolachinha salgada e arroz.

Amanhã é dia de pesar, vou me pesar no final do dia como fiz um dia antes de iniciar a dieta, quero usar as mesmas roupas e ir na mesma balança. Essa parte eu acho que é dificil pra todo mundo que faz dietas, né? A gente sente uma certa ansiedade, sem falar no medo de não ter o resultado esperado. É muito importante não criar falsas expectativas e imaginar que vai emagrecer tudo o que quer em apenas quatro dias, emagrecimento deve ser a longo prazo.

JANTAR SEGUNDO DIA

Iniciei hoje o terceiro dia de dieta e à principio está bem tranquilo, não sinto muito fome e à vontade de comer carboidrato diminuiu bastante. Quero testar novas receitas e dividir tudo com vocês.

Me acompanhem no instagram @allebittencourt, lá eu posto praticamente todas as minhas refeições… Beijos e até o próximo diário da dieta!

 

Diário da dieta: Inicio!

Oi gente, tudo bem?

Quem acompanha o blog na redes sociais, já viu por lá que ontem comecei a fazer dieta. Recebi até alguns questionamentos sobre meu período de amamentação (já esclareci aqui), e também sobre o tipo de dieta. Para falar a verdade eu já fiz várias dietas malucas e depois de algum tempo consegui emagrecer de maneira saudável, eliminei 15 kg há uns 5 anos atrás.

Quando descobri que estava grávida uma das minhas preocupações foi com a balança, acredito que todas as grávidas tenham a mesma preocupação, né? Sabia que não era permitido fazer nenhum tipo de dieta e que o apetite poderia aumentar bastante. Foi então que decidi comer o mais saudável possível e em intervalos de no máximo 2 em 2 horas, afinal, tinha um bebê que precisava crescer com saúde. Ao longo desses nove meses não notei alteração no meu apetite e engordei apenas 6kg na gestação inteira, peso que já eliminei.

Mas, então por que dieta? Deixa eu explicar… Hoje eu estou com 61kg e quando engravidei estava com 62kg, relaxei durante um tempo e engordei alguns quilos em relação ao que “eu considero” ser meu peso ideal. Vamos ser sinceras, quando falamos em peso ideal a maioria vai por aquilo que vê no espelho, se gostou do que viu, então esse é o peso ideal. Certo? E o meu peso ideal, aquele que me sinto bem e feliz, são os meus queridos 55kg… Essa é a minha meta com a dieta!

A algumas semanas uma das minhas cunhadas me falou sobre uma tal dieta da Proteína, mais conhecida como Dieta Dukan. Criada pelo francês Pierre Dukan, autor do livro “Eu não consigo emagrecer”.

Depois de muito pesquisar e ler sobre a tal dieta, resolvi testar para saber se ela é realmente eficaz. Mas, antes que vocês comecem a me julgar, quero deixar bem claro que não estou motivando nenhuma de vocês a seguirem a dieta sem antes consultar com um Médico Nutricionista. Eu estou fazendo por minha conta e risco e não recomendo, ok?

Nesse site aqui explica tudo sobre a tal dieta e confesso que ela não é nada fácil, não é mais uma daquelas dietas “milagrosas”. Inclusive achei que ela se assemelha muito a uma reeducação alimentar. De qualquer forma comecei a dieta hoje, mas pretendo consultar com um Nutri, na próxima semana. Faz muito tempo que quero ir ao Nutricionista, mas sempre adiava.

Resumidamente a dieta consiste em comer muita proteína pura, pouquíssima quantidade de carboidrato – como o farelo de aveia – nada de gordura e quase nada ou nada de sal. Beber no mínimo 2 litros de água durante o dia e cuidar a maneira que os alimentos são preparados. Na verdade alguns desses cuidados nós já deveríamos ter sem fazer dieta, né? Como beber muita água e cuidar com o sal!

Ela também é dividida em quatro fases: Fase Ataque (é essa fase que vai determinar a quantidade de peso que você vai perder e é também a fase mais dificil na minha opinião); Fase Cruzeiro (essa fase não tem quantidade de dias pré determinados, vai até você conseguir eliminar o peso desejado e é onde você pode comer um dia de proteína pura (PP) e no outro proteína com legumes (PL)); A terceira fase se chama Fase Consolidação (e como o próprio nome já diz, é a fase em que você vai consolidar o peso perdido e é tão importante quanto as outras. Ela deve durar 10 dias para cada quilo perdido, ou seja, se você perdeu 5kg então ela deve durar 50 dias – aqui tem mais detalhes sobre a fase.); Por último e não menos importante entra a Fase Estabilização (esse é o momento para estabilizar o peso que você perdeu, nessa fase você já pode voltar a sua rotina normal de alimentação – mas, com alguns cuidados – e deve reservar todas as quintas-feira para o dia da proteína).

Esse é basicamente um resumão de como a dieta funciona, mas recomendo que entrem no site para saber de todos os detalhes e informações importantes. Como eu disse lá no inicio do post, não estou motivando ninguém a seguir a mesma dieta, essa é uma escolha minha e por minha conta e risco. Quero apenas dividir com vocês minha experiência e comprovar se a dieta funciona ou não. Vou fazer o possível para registrar todas as minhas refeições e dividir com vocês, no final da semana quando pesar eu volto aqui para contar como foram esses primeiros dias de Fase Ataque – como pretendo perder 6/7kg serão de 3 à 4 dias de Fase Ataque.

Para facilitar minha vida elaborei uma sugestão de cardápio diário, como o Vi, exige muito do meu tempo não consigo ficar elaborando receitas e já ter o cardápio definido, me ajuda muito.

Então é isso amores, logo eu volto para compartilhar com vocês os meus avanços com a dieta… Beijos!