Quem aí não conhece a famosa história de Romeu e Julieta, a história de amor mais bonita e trágica de todos os tempos. Confesso que sempre que assisto há uma das versões cinematográficas do casal, mesmo já sabendo do final triste, fico desejando para que tudo tivesse acabado de outra maneira. Só que infelizmente o final é aquele e o que me conforta é saber que eles ficaram juntos para toda a eternidade (não sei vocês, mas eu acredito nessas coisas).

Hoje eu estava pensando sobre o casal e pesquisei sobre alguns dos filmes já lançados que foram inspirados na história, são mais do que eu sabia. Ao longo dos anos o cinema trouxe diversas variações da trágica história de amor, tem para todos os gostos, desde o clássico romance, até comédia e ação. Claro que não são todas as variações que me agradam, tenho as minhas preferidas e ambas são bastante fiéis ao texto original, claro que com algumas modificações.

[heart] Romeu e Julieta (1968, Franco Zefirelli)

Romeo and Juliet (br:/pt: Romeu e Julieta) é um filme ítalo-britânico de 1968, do gênero drama, dirigido por Franco Zeffirelli, com roteiro baseado na obra-prima teatral Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Foi filmado inteiramente na Itália, em diversas locações.

Em Verona, o jovem Romeu fica apaixonado e é correspondido por Julieta, uma donzela que pertence a uma família rival. No entanto, este amor profundo terá trágicas consequências. Leonard Whiting, como Romeu Montecchio e Olivia Hussey, como Julieta Capuleto. (fonte: Wikipédia)

[heart] Romeu + Julieta (1996, Baz Luhrmann)

Romeo + Juliet (Romeu + Julieta título no Brasil e em Portugal) é um filme norte-americano de 1996, um drama dirigido por Baz Luhrmann.

O roteiro, do próprio diretor e de Craig Pearce, baseia-se na obra de Shakespeare, porém ambientada em um ambiente contemporâneo (a fictícia Verona Beach, onde as famílias rivais Montéquio e Capuleto são impérios empresariais e as espadas viram revólveres fabricados pela empresa “Sword”), com basicamente os mesmos diálogos e versos da peça original.

A trilha sonora inclui Garbage, Gavin Friday, Butthole Surfers, The Cardigans, Radiohead, The Wannadies e Des’ree, entre outros.

Na fictícia Verona Beach, Montéquios e Capuletos são duas famílias com conglomerados empresariados que disputam o poder e se odeiam. Enquanto os pais de Julieta Capuleto (Claire Danes) tentam fazê-la casar com o filho do governador, Dave Paris (Paul Rudd). Romeu Montéquio (Leonardo DiCaprio) e seu primo Benvólio Montéquio (Dash Mihok) são levados por Mercúcio, melhor amigo de Romeu, para um baile dos Capuleto. Lá, Romeu e Julieta se apaixonam, mas o primo de Julieta, Tebaldo Capuleto (John Leguizamo), percebe o membro da família rival e Romeu é forçado a fugir. Os dois passam então a tentar consumar seu amor em meio à guerra das famílias.

 Leonardo DiCaprio, como Romeu Montéquio e Claire Danes, como Julieta Capuleto. (fonte: Wikipédia)

[heart] Romeu e Julieta (2013, Carlo Carlei)

Lily Collins foi a primeira escolha dos produtores para o papel de Julieta, mas ela abandonou em função de conflitos com outras filmagens, sendo substituída por Hailee Steinfeld. Já o papel de Romeu foi disputado por Logan Lerman, Josh Hutcherson, Sam Claflin e Douglas Booth, com vantagem para este último.

Versão moderna do clássico de William Shakespeare, no qual dois adolescentes de famílias rivais (Hailee Steinfeld e Douglas Booth) apaixonam-se perdidamente. (fonte: adorocinema.com)

 

 

Qual a versão preferida de vocês?

 

 

SE INSCREVA NO MEU CANAL

 

 

E chega dezembro, mês do meu aniversário, da luta contra o HIV, do Natal e um dos meses que tem os melhores lançamentos cinematográficos do cinema.

Simbóra conferir as estréias para a primeira quinzena de dezembro e já deixar reservado o dinheiro da pipoca 🙂

As Aventuras de Paddington (04/12)

Um jovem garoto começa uma amizade com um urso falante (voz de Ben Whishaw) que ele conhece numa estação de trem em Londres. Versão live-action da sério popular de livros infantis escritos por Michael Bond.

Caçada Mortal (04/12)

Nova York. Matt Scudder (Liam Neeson) é um ex-policial que agora trabalha como investigador privado, muitas vezes agindo fora da lei. Com uma certa relutância, ele aceita ajudar um traficante de heroína (Dan Stevens) que está atrás do homem que sequestrou e matou sua esposa. Não demora muito para que Matt descubra que o procurado já havia cometido este tipo de crime.

Homens, Mulheres e Filhos (04/12)

Adultos, adolescentes e crianças amam, sofrem, se relacionam e compartilham tudo, sempre conectados. A internet é onipresente e, nesta grande rede em que o mundo se transformou, as ideias de sociedade e interação social ganham um novo significado. Algumas situações como um casal que não tem intimidade; uma garota que quer ser uma anoréxica melhor; um adolescente que vive em num mundo de pornografia virtual, fazem o expectador repensar a relações humanas.

Michael Kohlhaas – Justiça e Honra (04/12)

No século XVI, na região de Cévennes, no centro-sul da França, vive o vendedor de cavalos Michael Kohlhaas (Mads Mikkelsen). Ele tem uma vida tranquila e próspera, até sofrer uma grande injustiça de um nobre poderoso. Michael, homem religioso e íntegro, não vai medir esforços para conquistar novamente sua honra, mesmo que seja preciso iniciar uma guerra por todo o país.

Quero Matar Meu Chefe 2 (04/12)

Após o trauma vivido no filme anterior, os amigos Nick (Jason Bateman), Dale (Charlie Day) e Kurt (Jason Sudeikis) resolvem abrir seu próprio negócio, de forma que eles mesmos sejam seus chefes. O problema é que, quando a companhia começa a deslanchar, eles sofrem um golpe do investidor (Christoph Waltz) que bancou o negócio. Sem o controle da empresa e sem ter como recorrer através dos meios legais, o trio decide partir para um ato desesperado: sequestrar o filho do investidor (Chris Pine), de forma a convencê-lo a devolver aos amigos o comando da companhia.

Uma Noite de Crime: Anarquia (04/12)

Nesta sequência de Uma Noite de Crime (2013), um jovem casal fica preso nas ruas poucas horas antes da tradicional noite em que todos os crimes são permitidos pelo governo, para os cidadãos poderem liberar os seus instintos violentos. Sem poder contar com a ajuda de ninguém, eles tentam sobreviver à barbárie nas ruas.

V/H/S Viral (04/12)

Um grupo de adolescentes busca a fama a qualquer preço. Eles querem se tornar sensações na Internet, mas só despertam o interesse do mundo inteiro quando se tornam protagonistas de acontecimentos sobrenaturais e sangrentos. Como no restante da franquia “V/H/S”, este filme é feito em estilo “found footage”, ou seja, com imagens supostamente reais de amadores.

As Aventuras do Avião Vermelho (11/12)

A trama apresenta a história de Fernandinho, um menino de 8 anos, que perdeu a mãe há pouco tempo, tornando-se um garoto solitário, sem amigos e com problemas de relacionamento com o pai e na escola. Sem saber como lidar com a situação, o pai tenta conquistá-lo com presentes. Nada funciona até que ele dá para o filho um livro de sua infância. Encantado com a história, Fernandinho decide que precisa de um avião para salvar o Capitão Tormenta – aviador personagem do livro, que está preso no Kamchatka. A bordo do Avião Vermelho e junto com seus brinquedos favoritos, Ursinho e Chocolate, que ganham a vida com sua imaginação, Fernandinho visita lugares inusitados, como a Lua e o fundo do mar, e percorre diferentes territórios – África, China, Índia, Rússia. Ao longo dessa jornada, ele descobre o prazer da leitura, a importância de ter amigos e o amor do pai.

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos (11/12) Um dos filmes mais esperados do ano. 

Terceira parte da adaptação do livro “O Hobbit”, de J.R.R. Tolkien, para o cinema. Dirigido por Peter Jackson (trilogia O Senhor dos Anéis) e com Martin Freeman, Ian McKellen, Andy Serkis, Hugo Weaving, Christopher Lee, Ian Holm, Orlando Bloom, Stephen Fry, Luke Evans e Evangeline Lilly no elenco.

O Mensageiro (11/12)

O jornalista Gary Webb (Jeremy Renner) é alvo de uma intensa campanha de difamação após denunciar o envolvimento da CIA com os rebeldes Contras da Nicarágua e o tráfico de cocaína. Baseado em fatos reais.

O Senhor do Labirinto (11/12)

O longa revela a arte de Arthur Bispo do Rosário (Flávio Bauraqui), sergipano esquizofrênico que passou boa parte de sua vida internado na colônia Juliano Moreira, no Rio de Janeiro. Suas criações, como mantos e bordados, são consideradas obras de arte e já representaram o Brasil em evento internacional realizado em Veneza, na Itália. Dentro de seu mundo místico e imaginário, onde acreditava ser Jesus, Bispo era restritivo quanto aos que poderiam adentrar em sua “terras”, como aconteceu com o guarda Wanderley (Irandhir Santos), um de seus convidados de sempre.

Ouija – O Jogo dos Espíritos (11/12)

Filme baseado no jogo de mesmo nome, utilizado para estabelecer comunicação com espíritos. De acordo com as regras do jogo, os espíritos fazem uma pedra se mover sobre letras em um tabuleiro, compondo frases destinadas aos jogadores. Na trama, uma adolescente deve lidar com a morte da irmã, e usa Ouija para falar com ela.

 

Qual o filme mais esperado por vocês?

 

 

 

 

 

Vocês gostam de filmes sobre dança/musical? E quando o mesmo filme reúne vários gêneros como romance e comédia? Eu adoro, e Ela Dança Eu Danço é uma das minhas sequências preferidas de filmes nesse estilo. Lembro que assistimos ao primeiro filme da série sem nenhuma pretenção, estava numa época em que eu e o Léo, só queríamos assistir a filmes com danças e muita música. Depois do primeiro logo fomos atrás dos seguintes e esse ano quando fiquei sabendo do lançamento do último filme da série, tratei logo de procurar e aguardei ansiosa para encontrar em boa qualidade pelo menos em algum daqueles sites que a gente assiste filmes on-line.

Assistimos há pouco mais de uma semana e logo anotei no meu caderninho para contar para vocês um pouco sobre o filme. Mas, sem spoliers – prometo!

Assim como os anteriores, Ela Dança Eu Danço 5 – se trata de uma nova e empolgante batalha de dança, com muitos desafios, risadas e romance pela frente. Onde cada um dos dançarinos precisar superar seus limites para alcançar seu objetivo particular e também o objetivo do grupo. O diferencial é que essa sequência reúne pela primeira vez algumas estrelas dos filmes anteriores para a maior batalha de suas carreiras, uma grande competição de dança em Las Vegas.

O que mais gosto dos filmes da saga – além, das emocionantes batalhas de dança – é tudo de bom que ele passa, como a amizade verdadeira e capaz de superar qualquer obstáculo, a determinação e força das pessoas, o amor e a forma inexplicável em que ele pode surgir, mas, principalmente o filme mostra que sem muita luta e esforço a gente não chega a lugar nenhum.

Espero que gostem do filme e para quem ainda não conhece recomendo assistir desde o primeiro da sequência, tenho certeza de que vocês vão adorar.

No emocionante quinto capítulo do fenômeno internacional ELA DANÇA EU DANÇO, as estrelas dos filmes anteriores se reúnem na brilhante Las Vegas, competindo em um campeonato de dança que poderá definir os seus sonhos e as suas carreiras.