Filmes clássicos, figurinos elegantes, cigarros no canto da boca e, claro, um bom copo de uísque. Essas são apenas algumas das imagens que vêm à mente quando pensamos em Humphrey Bogart, um dos maiores ícones do cinema americano. Porém, o que muitos não sabem é que, além desses clichês estéticos, o ator também tinha alguns hobbies curiosos. Entre eles, um se destacava: seu amor por jogos de tabuleiro.

Bogart era um jogador entusiasmado e apaixonado por diversos tipos de jogos. Desde xadrez até gamão, passando por jogos de cartas e até apostas em corridas de cavalos, ele sempre mantinha suas habilidades afiadas e dedicava parte do seu tempo livre a esses passatempos. No entanto, havia um jogo específico que Bogart considerava seu preferido: o Mancala.

O Mancala é um jogo de tabuleiro milenar, bastante popular em diversas culturas africanas, asiáticas e árabes. A sua origem é incerta, mas estima-se que ele tenha surgido há mais de 6 mil anos, tendo passado por diversas transformações ao longo dos séculos. Basicamente, o jogo consiste em coletar pedras ou sementes e movimentá-las no tabuleiro, com o objetivo de capturar o maior número possível de peças do adversário.

Bogart foi apresentado ao Mancala pelo seu amigo e colega de trabalho, Spencer Tracy. Segundo relatos de Tracy, o ator se apaixonou pelo jogo desde o primeiro momento e passou a colecionar diversas versões e edições ao longo da vida. Ele também gostava de ensinar o jogo a outras pessoas e de desafiar seus colegas de trabalho nos bastidores dos sets de filmagem.

O interessante do Mancala é que ele não exige muito espaço físico ou equipamento complexo. Na verdade, é possível improvisar um tabuleiro com qualquer objeto que tenha cavidades ou buracos, como conchas, caixas de ovos ou pedaços de madeira. Além disso, o jogo requer habilidades de estratégia, raciocínio lógico e paciência, o que o torna desafiador e estimulante para qualquer pessoa, independentemente da idade ou habilidade.

Atualmente, o Mancala continua sendo um jogo bastante popular em diversas partes do mundo, especialmente entre crianças e jovens. Ele também ganhou versões para computadores e dispositivos móveis, que permitem jogá-lo online com pessoas de todo o mundo. Mesmo assim, a tradição oral e artesanal do jogo ainda é valorizada por aqueles que buscam preservar os seus aspectos culturais e históricos.

O amor de Humphrey Bogart pelo Mancala é apenas um exemplo de como um hobby pode ser uma forma de escapar da rotina e do estresse do cotidiano, além de estimular a criatividade e a mente. Talvez seja por isso que tantas pessoas, famosas ou não, mantêm um passatempo que lhes é caro e especial. Para Bogart, o Mancala foi uma forma de se desafiar e se divertir, além de manter contato com outras culturas e tradições. Para nós, pode ser uma oportunidade de descobrir novas formas de conhecer a história e a diversidade do mundo.